Biogás de Aterro

Desenvolvimento de Arranjos Técnicos e Institucionais para o Aproveitamento de Biogás, através da Geração de Energia Elétrica, oriundo de Resíduos Sólidos Urbanos

O projeto "Desenvolvimento de Arranjos Técnicos e Institucionais para o Aproveitamento de Biogás, através da Geração de Energia Elétrica, oriundo de Resíduos Sólidos Urbanos" (P&D-2934-0012/2012), foi selecionado pela Agência de Energia Elétrica (ANEEL) por meio da Chamada Pública de Projeto Estratégico nº 14, de 23/07/2012.

O projeto, com duração de 36 meses, teve início em 18/03/14, foi proposto pelo Grupo Enel, teve como consorciadas as empresas Corumbá Concessões S.A, Foz do Chapecó S.A, Empresa Metropolitana de Águas e Energia S.A, Enel Green Power e CEMIG Geração e Transmissão S.A, e como executoras as empresas iX Estudos e Projetos, Madrona Advogados, Thymos Energia e Fundação para o Desenvolvimento Tecnológico da Engenharia.

consorciadas e executoras

Áreas

As atividades desenvolvidas no âmbito do projeto "Desenvolvimento de Arranjos Técnicos e Institucionais para o Aproveitamento de Biogás, através da Geração de Energia Elétrica, oriundo de Resíduos Sólidos Urbanos", foram divididas em três grandes áreas:

Análises, Estudos e Modelagens

Essa área abrangeu todas as atividades de pesquisas, análises laboratoriais e de campo, análises dos modelos institucionais de regulação‭, viabilidade econômica dos projetos, além da avaliação do potencial brasileiro de geração de energia com biogás de aterro.

Gerenciamento do Projeto

Essa área abrangeu as atividades de monitoramento e controle do projeto, a fim de assegurar a obtenção dos resultados previstos‭, por meio do desenvolvimento de relatórios gerenciais‭, ‬preparação e participação em reuniões de caráter técnico e gerencial‭, ‬acompanhamento do desenvolvimento físico e financeiro do projeto‭, ‬organização de documentos‭, ‬gestão de contratos‭, ‬entre outros‭.

Construção, Montagem e Operação

Essa área contemplou as atividades de elaboração do projeto básico e executivo da planta piloto‭, ‬a aquisição de equipamentos e serviços pertinentes‭, ‬a implantação do empreendimento e a operação e monitoramento da planta‭. ‬‬‬

A planta piloto desenvolvida foi a Usina Termelétrica Biotérmica, pertencente ao grupo Solvi. A UTE Biotérmica foi a primeira planta no Estado do Rio Grande do Sul a gerar eletricidade a partir do biogás de resíduos sólidos urbanos. Instalada em Minas do Leão, iniciou sua operação em junho de 2015 e possui capacidade de geração de 8,5 MW.

Etapas